Bispos Eméritos preparam encontro nacional

Iniciativa pretende debater vida, missão e saúde do prelado

Na segunda-feira, 13, a Comissão para os Bispos Eméritos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou reunião na sede da entidade, em Brasília (DF), entre os assuntos de destaque esteve o 4º Encontro Nacional dos Bispos Eméritos. O evento acontecerá nos dias 11 a 14 de setembro, no Centro de Estudos do Sumaré, no Rio de Janeiro (RJ). 

Para a preparação e articulação das atividades, os bispos estão montando uma programação especial, que leva em conta assuntos de cunho relevante para a vida, saúde e missão do bispo emérito. É o que explica o presidente da Comissão, dom Luiz Soares Vieira: “É um momento de confraternização, de a gente se sentir bem um com os outros, e também para começarmos a perceber certos aspectos da vida dos bispos eméritos como, por exemplo, o problema da saúde”.

Com o tema “O bispo emérito numa Igreja em Saída”, o Encontro Nacional dos Bispos Eméritos estima a participação de todos os eméritos do Brasil, hoje mais de 160. Além disso, bispos e convidados também participarão da iniciativa. “O encontro é uma espécie de nos colocar diante de certos temas que são atuais, então um dos assuntos será justamente nós percebemos o que está acontecendo no mundo para nós termos uma visão mais calma e tranquila do nosso ministério episcopal, embora já como eméritos”, destaca dom Luiz. 

Atividades

O Encontro Nacional dos Bispos Eméritos ocorre sempre de dois em dois anos, no deste ano os eméritos pretendem mostrar que também são uma “igreja em saída”. É o que afirma o arcebispo emérito de Feira de Santana (BA), dom Itamar Vian: “Realmente nós vivemos uma situação diferente, o bispo emérito ele deixa o governo da arquidiocese, mas não deixa de servir o povo, portanto nós bispos eméritos continuamos servindo ao povo de Deus de muitas maneiras, e este encontro demonstra isso. Também é uma forma de estarmos presentes em todas as atividades dos bispos eméritos, vendo a sua situação humana, econômica e mesmo pastoral”, garante.

De acordo com o bispo emérito de Floriano (PI), dom Augusto Alves da Rocha, hoje os bispos eméritos vivenciam e servem a Igreja de um modo especial e o encontro influencia nisso. “Ele nos ajuda a nos sentirmos ainda em condições de oferecer alguma experiência e de poder contribuir com o andamento de todas as ações da Igreja no Brasil na medida dos limites que a nossa vida vai nos impondo, então esse evento tenta de algum modo acompanhar tudo que se passa na vida dos eméritos, no campo da saúde, no campo pastoral e no relacionamento", finaliza. 

Além deles, também participaram da reunião o bispo emérito de Palmares (PE), dom Genival Saraiva de França, o bispo auxiliar de São Luís (MA), dom Esmeraldo Barreto de Farias e o assessor da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, padre João Cândido. A próxima reunião da Comissão está agendada para o dia 7 de agosto.