Pastoral da Saúde realiza encontro anual em Recife (PE)

Evento apresentou propostas de ações aos agentes pastorais

Mais de 40 agentes pastorais participaram, no dia 28, do Encontro Anual de Planejamento da Pastoral da Saúde da arquidiocese de Olinda e Recife. O evento realizado na Casa Santa Clara, em Campo Grande, Recife (PE) fez uma análise do projeto “Anjos da Pastoral da Saúde no Controle Social da Hanseníase” e trabalhou a motivação dos agentes nas suas paróquias.

O encontro iniciou com oração e reflexão. Logo após, o coordenador regional da Pastoral da Saúde do regional Nordeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Vandson Holanda fez uma análise do projeto “Anjos da Pastoral da Saúde no Controle Social da Hanseníase”, que tem como objetivo combater a hanseníase e outras doenças. Ele também pontuou a importância da organização pastoral como secretaria e tesouraria e abriu um debate sobre a ação do voluntariado.  Ainda na ocasião, foi apresentado e aprovado o calendário das principais ações da Pastoral para este ano, como a realização do I Curso Teórico Prático da Pastoral da Saúde, que está com inscrições abertas.

Segundo o assessor espiritual da Pastoral da Saúde da Arquidiocese de Olinda e Recife, padre Eronildo França, o evento buscou não só traçar o calendário anual, mas trabalhar a unidade e motivar as ações dos agentes pastorais. “A atividade de hoje é importante para alinharmos as datas, os assuntos e os projetos e possibilitar que seja criado uma pastoral em conjunto, orgânica e com unidade, ou seja, trabalhar o objetivo comum a todos, mas respeitando cada particularidade para termos um ano participativo e frutuoso”, destacou. 

Para o coordenador arquidiocesano da Pastoral da Saúde, Xavier Uytdenbraek, a maior preocupação é a orientação dada pelo próprio arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, sobre a unidade dos agentes. “Hoje é um dia de planejamento que nós iremos tentar administrar o trabalho conjunto de todas as pessoas que diariamente atuam na base do serviço aos outros e nossa preocupação é termos uma pastoral orgânica, ou seja, organizada com um só povo de Deus, por isso, o planejamento é para dar sequência a todas as ações e fazer com que as coisas aconteçam de forma dinâmica e cativante e que as pessoas sintam-se bem no que estão fazendo”, pontuou.

Com informações da Pastoral da Saúde do regional Nordeste 2