Encontro de Atualização para Presbíteros: “É para cuidar dos cuidadores”

Segunda semana do encontro contou com a participação de dom Esmeraldo Barreto de Farias

“A vida e a missão do padre vão além da sua função. Ele deve convocar toda a Igreja para se colocar a caminho. Jesus é missionário por excelência e está sempre em constante saída. A missão é a vocação primeira de todo cristão”. Foi com estas palavras que o bispo auxiliar de São Luís (MA), dom Esmeraldo Barreto de Farias iniciou a segunda semana do Encontro de Atualização para Presbíteros, que está acontecendo desde o dia 02 de janeiro, em Cachoeira do Campo (MG).

O evento, que reúne cerca de 28 presbíteros de várias partes do Brasil conta com uma série de palestras e convidados como é o caso do padre Ivanaldo Mendonça, que compartilhou suas experiências pastorais com os presentes. “A pastoral precisa ser planejada e sistematizada. Ela é ação de conjunto, estratégica e orgânica”, disse.

Já o presidente da Comissão Nacional dos Presbíteros, padre Adelson da Silva, falou sobre a Pastoral Presbiteral. Tratou sobre sua importância, necessidade e urgência, o que fez com que os participantes refletissem sobre o desafio de se criar uma “cultura da Pastoral Presbiteral”. “Refletimos sobre a caridade e a maturidade pastoral”, afirmou. 

A semana foi encerrada com uma análise de conjuntura eclesial, orientada pelo padre Ronaldo Mazula. “Conversamos sobre a restauração e a reforma na Igreja. Hoje a realidade não é mais monolítica, mas fragmentada e líquida. Temos vários modelos e cenários de igreja (...). “Temos que confiar no Espírito Santo. O papa Francisco foi uma surpresa para todos nós, por isso, nossa tarefa agora é viver uma fidelidade criativa ao carisma da Igreja”, finalizou.

O Encontro de Atualização para Presbíteros segue até o dia 22 de janeiro. Até lá os participantes desenvolverão ainda partilhas e falarão sobre suas atividades pastorais missionárias.