Regional Nordeste 4 envia padres e seminaristas à missão na Amazônia

O objetivo é formar os jovens seminaristas com a sensibilidade missionária para atuarem em comunidades que tem poucos sacerdotes no Brasil

Seminaristas e padres do seminário interdiocesano Sagrado Coração de Jesus, no Piauí, estarão em missão na Prelazia de Borba na Amazônia. O grupo que retorna a capital piauiense dia 28 de janeiro é composto de 12 seminaristas das dioceses de Parnaíba, Campo Maior, Teresina, Picos, Oeiras e Bom Jesus do Gurguéia, além do reitor do Seminário Maior, Padre Wellistony Viana e o Padre Daniel Rodrigues da arquidiocese de Teresina (PI).

Durante a missão, o grupo vai visitar comunidades ribeirinhas, indígenas, invasões, presídios, hospitais e escolas. Também estão previstos no cronograma encontros com o arcebispo de Manaus, dom Sérgio Eduardo Castriani e com o bispo da prelazia, dom Zenildo Luiz Pereira da Silva.

O projeto missionário na Amazônia é uma parceria entre o seminário interdiocesano Sagrado Coração de Jesus e a Prelazia de Borba com o apoio das Pontifícias Obras Missionárias. Segundo o coordenador do projeto, padre Wellistony Viana, o trabalho faz parte das diretrizes da Comissão Missionaria do Seminário (Comise), que existe no regional há 30 anos e tem como compromisso animar os seminaristas para a dimensão missionaria da vocação. “A missão tem como objetivo formar os jovens seminaristas com a sensibilidade missionária para atuarem em comunidades que tem poucos sacerdotes, poucas missas e trabalhos de evangelização, no Brasil, especialmente, na Amazônia”, destacou padre Wellistony.

Conforme a dinâmica do projeto, a cada ano acontecerá um intercâmbio missionário. Em 2018, os seminaristas da prelazia de Borba devem fazer sua experiência missionária em uma das dioceses do regional Nordeste 4.

Com informações da ascom do regional Noredeste 4