Curso da Pastoral Catequética no regional Leste 2 completa 30 anos

Comissão do regional Leste 2 promove edição comemorativa de especialização

A Comissão de Animação Bíblico-Catequética do regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza, de 2 a 14 de janeiro, na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte (MG), a 30ª edição do Curso do Instituto Regional de Pastoral Catequética (IRPAC).

A formação é voltada para o aprofundamento do aspecto essencial para a formação de coordenador de catequese. Está dividida em três módulos, com carga horária de 460 horas/aula. 

O IRPAC, que neste ano, conta com cerca de 120 participantes é destinado a catequistas, coordenadores de catequese, leigos e leigas, religiosos e religiosas e padres das arqui/dioceses de Minas Gerais e do Espírito Santo e que possuam experiência no ministério catequético.

Recordando os 30 anos, o Instituto reconhece o crescimento ao longo do tempo e o atual contexto, no qual se apresenta como “grande e madura” experiência de formação catequética do regional Leste 2. No ano de 2013, em parceria com a PUC Minas, o curso foi reconhecido em “Especialização em Catequética”, pensando em propor aos catequistas e coordenadores de catequese uma formação e uma espiritualidade, que lhe dê condições de gerar respostas aos inúmeros desafios que a realidade apresenta ao processo catequético a serviço da iniciação à vida cristã.

A Especialização em Catequética visa oferecer novas perspectivas e linguagens para a catequese, sobretudo no mundo digital e urbano. De acordo com o IRPAC, outro diferencial do curso é o acompanhamento pessoal dos alunos, a troca de experiências e os estudos de casos, com o objetivo de intervir nos processos catequéticos, visando melhorar a coordenação dos trabalhos e a formação de catequistas.

Sobre o IRPAC

O curso do IRPAC nasceu em janeiro de 1987, com a aprovação dos bispos e a inspiração de Inês Broshuis, do então diácono e hoje bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), dom Joaquim Giovani Mol, padre Alberto Antoniazzi, Bernardo Cansi e do então bispo de Itabira, dom Mário Gurgel. Os responsáveis ressaltam que, numa época de extrema carência de formação das coordenações de catequese do regional Leste 2, o curso ajudou a melhorar o “rosto” da catequese nas dioceses de Minas e Espírito Santo.

Para a coordenação de Catequese do regional Leste 2, o IRPAC “é uma tentativa que deu certo, de oferecer um espaço de formação mais densa e profunda, com uma metodologia envolvente, além do cuidado especial com o acompanhamento dos alunos e com o cultivo da espiritualidade”.

Atualmente a Comissão Regional de Catequese é a equipe coordenadora do IRPAC, tendo à frente o bispo de Caratinga (MG), dom Emanuel Messias de Oliveira.