Assembleia avalia e planeja ações da Pastoral da Criança

Encontro ocorreu no Rio Grande do Sul

A Assembleia Estadual da Pastoral da Criança aconteceu nos dias 20 a 22 de outubro, nas dependências do Seminário Diocesano Betânia, em Novo Hamburgo (RS). O encontro teve como objetivo avaliar as ações realizadas ao longo do ano e planejar o cronograma para 2017. Participaram coordenadores de núcleos, setores e multiplicadores das ações básicas.

Segundo dados do Censo de 2010, há no Rio Grande do Sul cerca de 318.294 crianças de 0 a 06 anos em condição de pobreza. Dessas, cerca de 35 mil são acompanhadas pela Pastoral da Criança, que hoje está presente em 17 dioceses e 304 paróquias gaúchas. Sua abrangência atinge 206 municípios que são acompanhados por 6.277 voluntários.

“Estou na Pastoral da Criança desde 1999 quando fui capacitada numa periferia da cidade de Cruz Alta. Desde então faço parte desta grande pastoral e somos reconhecidas pela Igreja como missionárias da vida. Desenvolvemos todas as ações com muita alegria e encantamento, principalmente, nas comunidades pobres onde há mais necessidades”, testemunhou a coordenadora da diocese de Cruz Alta, Maria Klafke.

A maior dificuldade da pastoral do Rio Grande do Sul é a necessidade de aumentar o número de voluntários. Atualmente, “a missão da pastoral se dá pelo acompanhamento nutricional das crianças acompanhas e fomentar políticas sociais nos municípios que atendam em parceria com a ação da Igreja o cuidado com a vida”, observa Ednilson Cunico, do conselho nacional da Pastoral da Criança. 

“Agradeço a cada coordenadora de setor pela presença e o carinho. Acredito que fizemos um bom planejamento com um plano de ação comprometido com a vida das nossas crianças, gestantes e comunidades. Estamos nessa missão para salvar vidas. Precisamos ensiná-las a amar e compreender e ser pessoas diferentes. Esse é o nosso compromisso de coordenadores de setor e estadual”, concluiu a coordenadora Estadual da Pastoral da Criança, Marli Ludwig. 

Para concluir a avaliação estadual, dom Zeno Hastenteufel, bispo da diocese de Novo Hamburgo, presidiu celebração eucarística e dirigiu mensagem de agradecimento e entusiasmo.

Com informações e foto do regional Sul 3