Comissão para o Laicato realiza estudo sobre Documento 105

Bispos referenciais reuniram-se em Brasília (DF)

A Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) esteve reunida nas Pontifícias Obras Missionárias (POM), em Brasília,  na segunda, 22. A iniciativa juntou os bispos referencias da Comissão, assessores, colaboradores e leigos, para o estudo do documento 105 da CNBB “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade”. 

De acordo com o bispo de Caçador e presidente da Comissão, dom Severino Clasen, a reunião trouxe a oportunidade dos bispos realizarem uma análise de conjuntura do laicato. “Todos os que estavam presentes contribuíram muito com o processo de reflexão sobre o Documento 105. A nossa preocupação é fazer com que ele chegue a todas às comunidades, além disso pensamos muito em como podemos agir como Comissão daqui pra frente”, afirmou o bispo.

No encontro, os participantes também falaram sobre as experiências dos regionais e dos organismos da CNBB. Da mesma forma abordaram a influência das Comunidades Eclesiais de Base (Cebs) para a Igreja no Brasil. “Nós conversamos sobre o papel das CEBs. Queremos dar uma atualização, um novo frescor a essas comunidades, pois muita gente ainda não sabe a importância delas. As CEBs são um instrumento de evangelização”, sublinhou o bispo.

Além das CEBs, os bispos referenciais da Comissão destacaram a importância do Centro de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), que neste ano completou 10 anos de criação. “Nessa conjuntura atual é importante darmos valor e ênfase a formação política do nosso povo. O que precisamos fazer enquanto Igreja é estimular, colocar esperança em nosso povo e para isso, as CEBs, o Cefep, o Documento 105 são instrumentos suficientes para não desanimarmos, sobretudo neste momento pelo qual passa o país”, finalizou dom Severino.