Arquidiocese de Maceió lança Cartilha de Orientação Política

Evento contou com a participação dos bispos da Província Eclesiástica de Maceió 

A Comissão de Educação Política da arquidiocese de Maceió (AL) lançou na segunda-feira, 8, a Cartilha de Orientação Política da Província Eclesiástica de Maceió, no auditório do Centro Universitário Tiradentes (UNIT). 

O arcebispo de Maceió, dom Antônio Muniz, presidiu a sessão solene e sintetizou o objetivo do momento. “A Igreja quer prestar um serviço e não colocar um limite na consciência de ninguém, nem muito menos julgar. A Província quer contribuir com esse momento importante da nossa jovem democracia. (...) O que nós estamos fazendo não é ‘uma coisa de Igreja’, um momento católico, mas um exercício de humanidade, de homens e mulheres que querem o bem e buscam a verdade, a justiça e constroem a paz”, destacou.

Na ocasião, o coordenador da Comissão, cônego Walfran Fonseca, apresentou a cartilha. Para ele, o documento é um instrumento de difusão da cidadania. “Ela apresenta informações sobre o papel dos Poderes, a utilização do dinheiro público. Ensina também como o cidadão deve fiscalizar, estabelecer critérios para escolha dos candidatos e como o eleitor pode denunciar a corrupção eleitoral”, afirmou.

Em sua fala, o bispo de Penedo, dom Valério Breda, salientou que o país vive uma “crise antropológica e ética”. “Estamos sem pontos de referências e a sociedade perdeu a bússola do caminho”, disse. Já o bispo de Palmeira dos Índios, dom Dulcênio Matos, sublinhou a importância do voto para o futuro do país. “O povo tem o grande poder de, com o seu voto, transmutar a realidade do nosso país, caso faça uma opção acertada na urna”, acrescentou.

A solenidade foi prestigiada por autoridades civis e religiosas, alunos da UNIT e movimentos da Igreja. 

De acordo com a Comissão, o trabalho de orientação política será feito com respaldo na Doutrina Social da Igreja, que apresenta a política como “uma mediação privilegiada da caridade e a fé cristã”.

A Cartilha deverá ser apresentada nas paróquias, escolas movimentos, áreas pastorais da Igreja e a grupos interessados.  Também serão promovidos encontros com candidatos para ouvir propostas. A Comissão entregará aos candidatos sugestões e opiniões auferidas do povo e estará disponível para orientar os que querem conhecer o que pensa e o que propõe a Igreja na política.

Cartilha

Com o objetivo de poder contribuir para que a sociedade seja orientada e conheça como funciona o processo eleitoral, além dos meios de denúncia da corrupção nas eleições, a Cartilha de Orientação Política da Província Eclesiástica de Maceió é distribuída gratuitamente e pode ser adquira na Cúria Metropolitana de Maceió.

Com informações e foto da arquidiocese de Maceió