Comissão para os Ministérios Ordenados divulga mensagem aos padres

Neste dia 4 de agosto, Igreja faz memória a São João Maria Vianney, padroeiro dos sacerdotes

A Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, nesta quinta-feira, 4 de agosto. Na data, também celebra-se o dia de São João Maria Vianney, padroeiro dos sacerdotes. 

No texto, a Comissão expressa reconhecimento e gratidão a todos os padres do Brasil e recorda a necessidade de oração pelas vocações.

Leia a mensagem na íntegra: 

 

MENSAGEM AOS PADRES

 

Neste dia de São João Maria Vianney, dia do Padre, recordando todos os padres de nosso imenso Brasil, manifestamos reconhecimento e gratidão. Reconhecimento por todo bem realizado nas diversas Igrejas Particulares, em comunhão com os respectivos Bispos. Gratidão pela vida de cada um feita entrega, serviço, dom de amor! Quantos padres dispostos, alegres, despojados! Quantos padres prontos para curar as feridas de pessoas marcadas por dificuldades de todo tipo: materiais, psíquicas, espirituais e por situações escandalosas dentro e fora da Igreja! 

O Povo de Deus precisa de pastores identificados com Jesus e com uma Igreja, pobre e para os pobres.  Tem necessidade da presença de Padres acolhedores, solidários, fraternos com os irmãos, encantados e apaixonados pela missão. Enfim, nós todos precisamos de Padres que sejam santos, pois, sem a lógica da santidade, o ministério Presbiteral vale muito pouco e não passa de uma simples função social.  

Padre, tu foste amado e escolhido pelo Senhor! Ele manifestou ternura para contigo. Essa ternura tu compartilhas com o teu povo. Ternura essa que se expressa em pensamentos, palavras e ações, pois és participante da missão de Cristo, Cabeça e Pastor. Ele é fiel!

Permanecer em Jesus é a alegria verdadeira de nossa vida. Sem Ele, tudo em nossa vida emudece e perde sentido. Pois, foi Ele mesmo quem disse: “Sem mim, nada podeis fazer” (Jo 15,5). Decorrem desta íntima união com Jesus Cristo a conversão pessoal e pastoral, a solicitude pastoral pelos pobres e sofredores e o ardor missionário. Em outras palavras, a santidade. 

Caro irmão padre, sabemos do muito que nossos coirmãos fazem nas diversas realidades que marcam a vida de nosso povo. A messe é grande, os desafios enormes! Sabemos da necessidade de ‘trabalhadores para a vinha do Senhor’. Por isso, vamos juntos nesse Dia do Padre, contando com a intercessão de São João Maria Vianney, ainda mais intensamente pedir ao Senhor da vinha que suscite no coração de muitos jovens, o desejo de abraçar o ministério ordenado!

Que juntos possamos adquirir sempre mais o ‘cheiro da ovelha’ e o ‘sorriso de padre’! Que nos conscientizemos sempre mais de nossa condição frágil sem deixar de buscar intensamente, com todas as forças, corresponder ao amor do Senhor. 

Querido Padre, neste seu dia, receba os cumprimentos, reconhecimento pelos trabalhos que desenvolve à serviço da evangelização e orações da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB.