Em Brasília, colaboradores da CNBB celebram Jubileu da Misericórdia

Na ocasião, foram doadas roupas para bazar solidário do projeto social “Correndo atrás de um Sonho”

“Não existe tesouro maior do que fazer o bem”, refletiu o bispo auxiliar eleito de Goiânia (GO), dom Moacir Silva Arantes, em missa, nesta sexta-feira, 17, concelebrada pelo bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, e pelo subsecretário adjunto geral, padre Antônio Silva da Paixão.

A partir do evangelho de Mateus (6,19-23), dom Moacir recordou as palavras de Jesus: “Não junteis tesouros aqui na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e os ladrões assaltam e roubam. Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração”.

No contexto do Ano da Misericórdia, o bispo lembrou que todos são chamados a experimentar o perdão e colocá-lo em prática, por meio de atitudes de acolhida com o próximo. Dom Moacir, falou, ainda, sobre a bondade de Deus.

“A única certeza que temos todos os dias é a que Deus caminha conosco. Ele está em tudo, nos concedendo as forças necessárias para cada momento”, meditou o bispo. 

A celebração contou com participação de colaboradores e assessores que atuam na sede da CNBB, em Brasília. Como gesto concreto, no momento do ofertório, foram entregues roupas em prol do bazar do projeto social “Correndo atrás de um Sonho”, assistido pela CNBB. Atualmente, a iniciativa atende 50 crianças no Incra 08, em Brazlândia (DF).

Na segunda-feira, 13, teve início o tríduo da misericórdia na matriz, dentro das celebrações do Ano Santo. A programação do tríduo encerrará amanhã, 18, com peregrinação que sairá da sede da CNBB até a Catedral de Brasília, onde haverá a passagem pela Porta Santa.