Comissão para Textos Litúrgicos reúne-se em Brasília

Grupo faz revisão do missal romano

A Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos (Cetel) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realizou a primeira reunião do ano, na sede da entidade, em Brasília (DF). O grupo que trabalha com a revisão da tradução do missal romano segue suas atividades até hoje, 18.

“O trabalho da Cetel tem o objetivo de fazer a revisão da tradução do missal romano, de acordo com as orientações feitas pela Congregação do Culto Divino em 2011”, explica o bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA) e presidente da Comissão, dom Armando Bucciol. 

De acordo com dom Armando, a tradução do documento - do latim para a língua portuguesa - deve procurar ser fiel ao texto original. “É claro que qualquer tradução deve também se inculturar à língua, pois não é algo que se possa passar de uma língua para outra, sobretudo uma língua como o latim - que é uma língua morta - para uma língua viva como é o português”, enfatiza.

Formada pelo arcebispo de Mariana (MG), dom Geraldo Lyrio Rocha;  arcebispo de Belém (PA), dom Alberto Taveira Corrêa; e os bispos de Cornélio Procópio (PR), dom Manoel João Francisco; de Uruguaiana (RS), dom Aloísio Alberto Dilli; e o auxiliar de Brasília (DF) dom José Aparecido Gonçalves de Almeida, a Cetel já concluiu mais da metade da revisão do missal.

“É um trabalho delicado, complexo, porque precisamos ser fiéis ao texto, mas sobretudo, não fazermos elos teológicos e ao mesmo tempo procurarmos palavras que sejam compreensíveis para a maioria dos que participam das nossas celebrações litúrgicas. Então deve ser uma linguagem bonita e esta é a nossa preocupação”, finalizou o bispo.

Também participou da reunião o assessor da Comissão, frei Faustino Paludo e o padre José Weber. A próxima reunião da Comissão deverá acontecer em junho.