Dom Canísio se despede de Santa Cruz do Sul rumo a Sinop

Diocese gaúcha prepara envio do bispo que a serviu por mais de 15 anos

O bispo diocesano de Santa Cruz do Sul (RS), dom Canísio Klaus, nomeado pelo papa Francisco, no dia 20 de janeiro, para a diocese de Sinop (MT), participará de missa de envio para sua nova igreja particular, no próximo dia 21. Dom Canísio tomará posse da nova diocese em 13 de março.

A missa de envio acontecerá na catedral São João Batista, em Santa Cruz do Sul (RS), às 19h, e a posse, na catedral Sagrado Coração de Jesus, em Sinop (MR), às 9h.

Trajetória

Dom Canísio foi nomeado bispo de Sinop pelo papa Francisco no dia 20 de janeiro, quando acolheu o pedido de renúncia apresentado por dom Gentil Delazari, agora bispo emérito da diocese. 

Natural de Arroio do Meio (RS), dom Canísio nasceu em 9 de outubro de 1951. A nomeação ao episcopado ocorreu no dia 22 de abril de 1998, para a diocese de Diamantino (MT), onde permaneceu até 2010. Seu lema é “Enviado para Evangelizar”. 

Dom Canísio atuou em Sinop em duas ocasiões como missionário, ainda como padre. Em 1985 foi enviado ao norte do Mato Grosso a serviço da paróquia Nova Guarita, de Santa Cruz do Sul, e em 1993, a serviço da paróquia de Guarantã do Norte.

Na trajetória episcopal, exerceu diferentes funções como presidente do regional Oeste 2 (2003 a 2006), membro do Conselho Permanente da CNBB, bispo de Diamantino (1998 -2010) e de Santa Cruz do Sul (2010 – 2016).