Comissão apresenta subsídios para o Mês da Bíblia

O Mês da Bíblia, celebrado no Brasil em setembro, foi criado em 1971, com a finalidade de instruir os fiéis sobre a Palavra de Deus. O Concílio Ecumênico Vaticano II foi marco para o despertar da Pastoral Bíblica na Igreja local.

 

 

Para auxiliar às comunidades, paróquias e dioceses, a Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propõe dois subsídios de apoio.

O texto-base apresenta, de forma explicativa, o tema e o lema do Mês da Bíblia 2015, respectivamente, “Discípulos Missionários a partir do Evangelho de João” e “Permanecei no meu amor para produzir muitos frutos” (Jo 15, 7-16).

“A escolha do tema tem como objetivo reforçar a consciência de que nosso discipulado missionário não é apenas um caminho que se realiza no interno da comunidade eclesial. Queremos ser discípulos missionários que se integrem em projetos que buscam qualificar a vida humana, a vida de todo o planeta terra e inclusive a refletir a perspectiva da vida eterna”, explica o arcebispo de Curitiba (PR) e presidente da Comissão para a Animação Bíblico-Catequética da CNBB, dom Antônio Peruzzo.

Celebrações da Palavra

A Comissão publicou ainda o roteiro de “Encontros Bíblicos”. O material propõe cinco encontros de oração e reflexão, a partir da Palavra. Para cada reunião, foram escolhidas passagens do Evangelho de João, entre elas: “A Palavra de fez carne”, “Eu sou a luz do mundo”, “Pôs-se a lavar os pés dos discípulos”, “Permanecei no meu amor”, “A Paz esteja convosco”.

O método para cada encontro consiste em ouvir, meditar, rezar, e por fim, contemplar e agir segundo a Palavra. Para ajudar na vivência das celebrações, o subsídio oferece cantos litúrgicos. “O roteiro apresentado em forma de cinco encontros tem por objetivo ajudar nossos grupos espalhados por todos os recantos do Brasil a fazer do Projeto Mês da Bíblia um caminho privilegiado de evangelização. Sugerimos, ainda, que se estude o texto-base para entender bem a mensagem do Evangelho de João”, pontua dom Peruzzo.

Saiba mais

O mês de setembro, também, recorda a memória de São Jerônimo. Ele foi responsável por traduzir a Bíblia dos textos originais, em hebraico e grego,  para o latim. O livro está traduzido em, praticamente, todas as línguas do mundo.

Os subsídios estão disponíveis nas Edições CNBB: www.edicoescnbb.com.br