Bispos do Oeste 2 expõem realidades das dioceses a governador

Os bispos do regional Oeste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reuniram-se com o governador do Mato Grosso, Pedro Taques, na última terça-feira, 26, e expuseram as situações da realidade eclesial e das dioceses na região.

Estiveram presentes o bispo de Juína (MT) e presidente do regional Oeste 2, dom Neri José Tondello; o bispo de Barra do Garças (MT) e secretário do regional, dom Protógenes José Luft; acompanhados pelo bispo de Primavera do Leste-Paranatinga, dom Derek John Christopher Byrne; bispo de Rondonópolis-Guiratinga, dom Juventino Kestering; bispo de Diamantino, dom Vital Chitolina; bispo emérito de Cáceres, dom José Vieira de Lima; bispo emérito de Cuiabá, dom Bonifácio Piccinini. Os padres Jair Fante e Edson Sestari, respectivamente secretário executivo do regional e reitor da Faculdade Sedac, também participaram do momento.

Dom Neri falou em nome da Igreja sobre a realidade eclesial em suas dioceses, a presença do clero espalhado pelo estado e as milhares de comunidades e lideranças católicas. O bispo ressaltou as dificuldades enfrentadas pelas populações diversas, tanto a rural quanto a urbana, e especificamente as mais carentes, que vivem à margem do sistema.

Outro aspecto abordado por dom Neri foi a situação delicada das estradas e o isolamento de algumas regiões. Segundo ele, a Igreja se preocupa com os mais de 700 assentamentos existentes no estado e em grande parte não regularizados.

Sobre o agronegócio, dom Neri lembrou que não se pode abandonar o cuidado com outras realidades de menor visibilidade, mas que alimentam as feiras populares das cidades e reforçam a economia familiar e solidária.

Após a reflexão do presidente do regional, os demais bispos presentes apresentaram a realidade de cada diocese. Os bispos também fizeram intervenções sobre situações de transporte, violência juvenil, drogas, entre outros.

Com informações do regional Oeste 2