Diocese e Comissão lançam Encontro de Universitários Cristãos e Fórum de Cultura

“Desejamos envolver todos os atores ligados à educação e à cultura de nossa Igreja particular de Colatina nestes dois importantes eventos de projeção nacional”, disse o bispo de Colatina (ES), dom Joaquim Wladìmir Lopes Dias, no lançamento do III Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (Ebruc) e do III Fórum Brasileiro de Cultura. O evento de divulgação aconteceu na quinta-feira, dia 30 de abril, na cúria diocesana. A cidade capixaba sediará as atividades, de 10 a 12 de outubro deste ano.

Em mensagem enviada ao evento de lançamento, o bispo auxiliar de Belo Horizonte e novo presidente da Comissão para a Cultura e a Educação da CNBB, dom João Justino de Medeiros, agradeceu aos organizadores, parceiros e à diocese de Colatina pela contribuição na realização das atividades. Também expressou esperanças de que o Ebruc e o Fórum alcancem seus objetivos de promover o diálogo e o intercâmbio de experiências.

“Esperanças de que a participação de cada um/a sirva para animar os passos das Pastorais Universitárias desse imenso país. Esperanças de que os eventos proporcionem a vivência da fraternidade que fortalece os vínculos entre os que buscam uma cultura de justiça e de paz. Esperanças de que o Evangelho de Jesus Cristo seja reconhecido como fonte de vida abundante para todos/as”, disse no texto.

A assessora do Setor Universidades da CNBB, irmã Maria Eugênia Lloris Aguado, fez a leitura da mensagem de dom Justino, que ao final recordou o lema comum dos dois eventos. “Venha, então, tecer conosco esta grande rede com os fios do seu saber, da sua experiência e dos seus sonhos. Venha saborear com pessoas de outras regiões do Brasil a múltipla beleza das respostas humanas ao desafio da vida. Venha para dialogar na busca de novos caminhos na construção de um Brasil mais justo e fraterno”, convidou.

Diálogo e intercâmbio

O Ebruc e o Fórum Brasileiro de Cultura pretendem promover o diálogo e o intercâmbio de experiências. As Pastorais Universitárias irão fazer uma reflexão de sua missão na sociedade. Já o Fórum será um espaço para agentes de projetos culturais buscarem parcerias entre os diversos atores sociais com as políticas públicas e a Igreja, além de criarem um ambiente permanente de diálogo voltado para pessoas, grupos e instituições envolvidos na área cultural.

De acordo com irmã Eugênia, o lançamento reuniu representantes das entidades envolvidas nos projetos do Ebruc e do Fórum, além de autoridades de Colatina e outros munícipios do Espírito Santo para “conhecer as propostas, estabelecer diálogo com as entidades parceiras e envolver a comunidade e sociedade.

Saiba mais e faça sua inscrição.